"> PERSONALIDADES TUTOIENSES - ALDI DA ANUNCIAÇÃO SOUSA - Blog Neto Pimentel

sábado, 13 de fevereiro de 2021

PERSONALIDADES TUTOIENSES - ALDI DA ANUNCIAÇÃO SOUSA


ALDI DA ANUNCIAÇÃO SOUSA

Dias atrás o vereador e blogueiro Neto Pimentel, meu colega de imprensa, convidou-me para que eu biografasse pessoas da minha cidade, Tutóia, com a finalidade de publicá-las em seu blog.

O convite veio ao encontro de uma ideia que eu já estava amadurecendo há mais de um ano - de fazer uma publicação em livro impresso, cujo título seria PERSONALIDADES TUTOIENSES no qual evidenciaria não apenas filhos natos do município, também, pessoas oriundas de outras plagas, que de certa forma tenham contribuído para o desenvolvimento da cidade nos seus diversos setores tais como econômico, educacional ou cultural. As personalidades aqui biografadas irão desde um simples estivador, um tipo popular, a um político ou comerciante, que com o esforço do seu trabalho ajudaram a construir a Tutóia que evoluiu desde a Vila Viçosa à cidade de hoje, próspera, progressista de comércio crescente que estamos a presenciar no momento.

Quando da minha posse na Academia de Ciências Artes e Letras de Tutóia – ACALT em meu discurso de elogio ao patrono da minha cadeira, dr. Cândido de Almeida Athayde, dentre outras palavras disse o seguinte:

“Os grandes homens jamais morrem. Perpetuam-se pelos seus feitos, por suas obras, constituindo patrimônio histórico- cultural das cidades que os viram nascer ou das que os adotaram como filhos”. Disse mais: “A juventude de hoje e as gerações futuras precisam conhecer aqueles que representaram valores morais e intelectuais nascidos ou não nesta terra”.

Assim é que inicio este trabalho sobre as “Personalidade Tutoienses” biografando Aldi do Espírito Santo da Anunciação Sousa, o carnavalesco, o serigrafista, o artista popular e acima de tudo o cidadão honrado e pai de família.

Nasceu no dia 20 de dezembro de 1933, uma quarta feira. Seus pais eram Ângelo Flávio de Sousa e de Filomena Anunciação de Sousa. Casou-se com Maria José Ferreira Sousa (1925-) Auditora da Receita Federal e renomada Professora de Contabilidade em Parnaíba com quem teve cinco filhos. A senhora Maria José, conhecida como professora Zezé, é natural de São Luís – MA e pertence à família do conceituado poeta maranhense Ferreira Gullar. É muito estimada tanto em Parnaíba quanto em Tutóia, por todos que a conhecem.

Os filhos do casal são os seguintes: Antonio Pedro Ferreira Sousa; Marco Aurélio Ferreira Sousa; Carlos Magno Ferreira Sousa (Cacau- Pousada Teremembés); Benedito César Ferreira Sousa e Aldimar Ferreira Sousa. Teve um casal de irmãos: Jacy Gomes Veras, e Francisco Veras. Este último foi administrador da Receita Federal em Tutóia durante vários anos.

Veio para Parnaíba com o seu amigo-irmão Rubem Freitas (1932-2013), também tutoiense, um dos grandes colunistas sociais do século XX, nome de biblioteca na União Caixeiral, membro da Academia Parnaibana de Letras, do Instituto Histórico Geográfico e Genealógico de Parnaíba e da Academia de Ciências, Letras e Artes de Tutóia.

Um trabalho em prol da cultura parnaibana

Foi um dos percursores do carnaval de rua de Parnaíba. Criou e foi presidente do Bloco e da Escola de Samba Bafo da Onça, acumulando inúmeros prêmios de melhor Escola do Carnaval Parnaibano tendo sido a campeã do carnaval parnaibano inúmeras vezes. Presidiu a Casa do Estudante do Piauí nesta cidade e teve importante atuação no teatro, no boi de São João e nas quadrilhas juninas da cidade.

Pelo trabalho que desenvolveu em prol da cultura da cidade ganhou o respeito e o reconhecimento do povo parnaibano, tanto assim que hoje Aldi é nome de rua no Bairro Frei Higino, e no carnaval de 2020 foi homenageado pela Prefeitura Municipal de Parnaíba como Patrono do Carnaval daquele ano.


Ainda como reconhecimento ao seu trabalho recebeu a Medalha e o Diploma do Mérito Municipal da Parnaíba, concedida por Francisco de Assis de Moraes Souza (Mão Santa).

Aldi faleceu no dia 06 de março, quinta-feira, após o Carnaval de 2014. Sepultado em Parnaíba no Cemitério da Igualdade, teve seu cortejo fúnebre regado a muito samba, com batuques de tambores, uma homenagem prestada pelos passistas do Bafo da Onça, com a presença do então Prefeito da cidade, Florentino Neto.

Na sessão da Câmara Municipal de Parnaíba da quarta-feira, do dia 12, foram aprovadas Moção de Pesar aos familiares de Aldir do Espírito Santo Anunciação Sousa, maranhense de Tutóia, carnavalesco e que deixou um legado ao carnaval de rua de Parnaíba, desde os temos de quando os desfiles ainda eram na Praça da Graça.


_________________________________________
Por Antonio Gallas



Nenhum comentário:

Postar um comentário